Nascemos em 2015 para produzir as cervejas que queríamos beber, sempre com o foco na qualidade. Montámos a nossa fábrica no bairro da Graça em Lisboa e a partir daí embarcámos na nossa missão de alterar o consumo de cerveja em Portugal.

Acreditamos que o temos conseguido e sabemos que o vamos continuar a fazer.

Fizemos dezenas de cervejas novas, chegámos a todo o país, exportámos para vários pontos do globo e abrimos os nossos próprios estabelecimentos de venda ao público em Lisboa.

E melhor do que isso, sabemos que estamos apenas a começar!

A Oitava Colina

Quando Frei Nicolau de Oliveira, no século XVII, nomeia Lisboa como cidade das 7 colinas, fá-lo propositadamente errada.

Vista por quem entrava em Lisboa pelo rio, a cidade aparentava ter sete colinas, pois dessa perspectiva óptica, o Castelo de S. Jorge tapa a visibilidade da Colina da Graça. O Frei repara nela, na 8ª Colina, e conscientemente marginaliza-a, para que Lisboa tenha paralelo com Roma, a maior cidade da altura, a cidade das 7 colinas.

Por uma questão de justiça histórica, decidimos adoptar esse nome.

Sob o lema “A cerveja nunca dorme”
temos um bando de profissionais dedicados

e bastante competentes no levantamento do copo.

Sales Manager

O João foi o nosso primeiro colaborador e sente tanto isto que fica ciumento quando os clientes dão demasiada importância à Urraca em detrimento das outras cervejas da 8ª Colina. Encarna os ciúmes, e talvez por isso a Florinda seja a sua cerveja de eleição (logo a seguir à Orval).

Administrative Support

A Nádia põe o escritório na ordem. Não se deixem levar pelo ar dócil, tem sempre o dedo no gatilho
para fazer cobranças! A Nádia tem como cerveja de eleição a Urraca Vendaval.

Sales

O Pedro está sempre com vontade de fazer mossa. Um médio box-to-box ao bom estilo de Maniche. Vem da Margem Sul e não está com meias medidas para fazer chegar a cerveja onde ela é precisa.

Se só tivesse acesso a uma cerveja até ao fim dos seus dias, seria a Vila Iolanda.

Co-Founder

General Manager

O Sérgio toma conta disto tudo, menos dele próprio. Trata as folhas de excel por tu e a cerveja por você, especialmente as cervejas envelhecidas, as sours, as ipas e todas as outras. Para levar para uma ilha deserta escolhe Aktor, uma Doppel Bock da 8ª Colina, que considera ser a cerveja mais underrated da história. 

Brewer

Sim, o João chama-se mesmo Birra. Tem nome de cerveja e não podia fazer outra coisa que não ser cervejeiro. Era o destino. Ou então era a paixão por esta arte que é muito mais do que deixar leveduras a alimentarem-se do mosto. Se só pudesse ter acesso a uma cerveja para o resto da vida, seria a Vila Sousa.

Co-Founder

Marketing Manager

O Pedro se só pudesse beber uma cerveja seria sempre uma Guinness.
Por mero acaso, insiste diariamente com os cervejeiros para que a 8ª Colina desenvolva uma nitro stout. 
Enquanto espera, trabalha toda a comunicação da 8ª Colina, incluindo este site, e esta descrição, o que é estranho, pois fala na 3ª pessoa.

Head Brewer

O Fabien é francês e como não podia deixar de ser quase todos os dias nos cumprimentamos com um "viva o Éder".

A paciência que tem perante estas provocações básicas descreve na perfeição este encantador de leveduras. 

Escolhe como cerveja preferida a Zenne y Frontera da 3 Fontainen.

Brewer

A Marta andou por várias latitudes a fazer cerveja, até aterrar em Lisboa e juntar-se à 8ª no controle de fermentações.

Diz dela própria ser muito doce, e portanto escolhe a Vila Prazeres e a sua acidez como cerveja de eleição. Diz que assim compensa.

fblogo-01.png
iglogo-01.png
twitter logo-01.png
linklogo-01.png
untappd logo-01.png

Tv. Pereira 16A, Arm. 5

1170-313  Lisboa